sexta-feira, 26 de abril de 2013

A arte da civilização egéia

A descoberta dos povos que habitavam as ilhas do mar Egeu antes do desenvolvimento da civilização grega é relativamente recente: 1870.
Há pouco conhecimento dessa civilização. O que sabemos é que por volta de 2500 a.C. a ilha já possuía cidades com construções de pedra e tijolos e também uma elaborada produção de jóias e outro objetos de metal.

A arte cretense

Reconstrução do Palácio de Cnossos.
O Palácio de Cnossos, em Creta, uma das ilhas
gregas.


Ruínas do Palácio de Cnossos

A planta arquitetônica desse palácio é bastante evoluída.: em torno de um palácio central estão dispostas muitas dalas; A construção tinha pelo menos dois andares, mas é possível que originalmente tivesse até três ou quatro.


Na pintura, releva com clareza o espírito dinâmico do povo cretense.
  • menos rigidez e imobilidade que a pintura egípcia 
  • cores vivas e contrastantes: tons de vermelho, azul e branco.
Afresco pintado numa das paredes do Palácio de Cnossos.

Na ourivesaria, percebe-se um grande domínio técnico, como pode se constatar nos Copos de Vafió em que estão representado em baixo relevo, touros e elementos da natureza (motivos naturalista).

Copo de Vafió


Na escultura , somente pequenas peças dessa civilização foram encontradas, como a série denominada Deusas com as serpentes.

Deusa-serpente minóica.


      • Creta foi invadida e dominada pelos aqueus, que vieram do norte e haviam fundado a cidade de Micenas.

A arte Micênica

Merece destaque a arquitetura que apresentou traços próprios.
Destacando-se a Tumba dos Átridas, em que o que chamou atenção foi sua cúpula, uma vez que, para sustenta-lá, não foram usados arcos.

Tumba dos Átridas em Micena.


A escultura micênica, destaca-se a Porta de Leões, dois leões esculpidos acima da muralha que cercava Micenas o que sugere a força e agressividade dessa civilização que mais tarde viriam a fazer a Guerra de Tróia.

Porta dos Leões.

FONTE: Livro história da arte, Graça Proença

Nenhum comentário:

Postar um comentário